Varginhense terá atendimento 24 horas com psicólogo via telefone : 22/04/2020 19:21

A Prefeitura de Varginha lançou o plantão de atendimento dos psicólogos da rede municipal de saúde. A partir do próximo dia 25, as pessoas que sentirem necessidade de um atendimento psicológico podem recorrer a esse plantão que funcionará mais ostensivamente durante o dia, mas que também prestará assistência à noite e aos finais de semana.

O psicólogo Anderson José explica que nesse período de isolamento social é mais comum as pessoas aumentarem a ansiedade e quem já tem algum transtorno psicológico como a depressão pode ter mais dificuldade com o confinamento. “Entre as manifestações de dificuldade em dias como esses atuais, as pessoas podem apresentar irritabilidade, insônia e compulsão por alimentos”, explica Anderson.

Porém, ele ressalta que não se trata de uma psicoterapia, ou seja, esse serviço é um plantão para atender pontualmente a população nessa época do enfrentamento ao coronavírus.

Para melhor atender a população, a cidade foi dividida em quatro setores. De acordo com o local onde a pessoa mora, ela deverá telefonar para o profissional determinado pela Secretaria Municipal de Saúde – SEMUS que fará o atendimento de urgência psicológica.

Anderson lembra que para as pessoas que moram sozinhas, o isolamento social é pior e reforça que quem precisar pode ligar e entrar em contato com os psicólogos.

O prefeito Vérdi Lúcio Melo explica que “essa é mais uma prestação de serviço que a Prefeitura passa a oferecer, pois a Administração está atenta às demandas da população para que todos juntos consigamos passar por esse enfrentamento em Varginha com o máximo de dignidade sabendo que temos profissionais que estão trabalhando a todo vapor para que as pessoas sejam assistidas”.

Compartilhar no Facebook

Prefeitura de Varginha lança o projeto “Alô, Doutor” : 22/04/2020 19:15

A Prefeitura, em parceria com a Associação Médica, lançou o projeto “Alô, Doutor”. O objetivo é oferecer atendimento médico gratuito por telefone e evitar que a população se dirija para as unidades de saúde em tempos de pandemia. Casos que podem ser resolvidos sem sair de casa, serão solucionados pelo celular.

“24 horas por dia 60 médicos estão à disposição de quem precisar fazer uma consulta. São esses médicos que vão orientar as pessoas se elas devem ir a um posto de saúde com atendimento presencial”, explica Adrian Bueno, presidente da Associação Médica de Varginha.

O prefeito Vérdi Melo enfatiza que as policlínicas estão atendendo somente casos necessários ou indicados pelos médicos da telemedicina.

Dessa forma, espera-se que haja menor contágio das pessoas ao não ir às unidades de saúde. “Nos reunimos com os representantes da Associação Médica que abraçou essa causa em favor da população de Varginha nesse período de confinamento necessário ao enfrentamento da pandemia mundial”, conclui Vérdi.

Compartilhar no Facebook

Departamento de Pesquisa do Grupo Unis cria espaço digital informativo sobre a COVID-19 : 17/04/2020 17:50

O Grupo Unis compreende que, mais do que nunca, estamos vivendo um momento no qual é essencial ouvir a ciência e acompanhar as fontes de informação mais confiáveis.

Pensando nisso o Departamento de Pesquisa da Instituição, preocupado com a veiculação de informações desencontradas sobre a pandemia de COVID-19, além das fake news, criou um espaço informativo dentro do site do Grupo Unis.

Para auxiliar toda a comunidade acadêmica e regional, foi criado um espaço com links direcionados a órgãos científicos que tratam do tema e artigos publicados que abordam a pandemia. O objetivo deste espaço é facilitar o acesso a informações sobre COVID-19. Trata-se de uma prestação de serviço público do Departamento de Pesquisa do Grupo Unis.

Este espaço informativo pode ser acessado o https://pesquisa.unis.edu.br/?page_id=778

Compartilhar no Facebook

Caem as doações de sangue e Hemocentro convida pessoas para colaborarem : 12/03/2020 17:46

Houve uma queda nas doações de sangue no Posto Avançado de Coleta Externa – PACE – que funciona na Policlínica Central de Varginha, toda sexta-feira, das 7h às 11h30. A doação voluntária é importante para que haja bolsas de sangue suficientes para suprir a demanda nos hospitais, principalmente Bom Pastor e Regional.

“Já as doações para reposição são aquelas quando a pessoa vem para ajudar algum conhecido ou familiar que está internado precisando de sangue”, explica Maria José Tempesta de Freitas, captadora do PACE. É o caso de Raí Felipe Silva Souza que veio de Três Corações a pedido de um amigo que está com o pai internado precisando de sangue. “Essa é a primeira vez que venho doar em Varginha e pretendo voltar”, disse.

O ideal é que haja 90 doadores toda semana. “O mutirão não é interessante devido à duração dos hemocomponentes, por isso, organizamos a agenda de modo que toda sexta-feira haja doadores”, revela Maria José.

Vai um apelo também às pessoas para que tenham a responsabilidade que ao agendar realmente compareçam.

“Quem não marca e não vai, está tirando a vaga de outro doador e assim não conseguimos captar o sangue necessário para os dias seguintes o que pode ter consequências como o adiamento de cirurgia eletivas”, ressalta a captadora.

As irmãs varginhenses Caroline e Ana Cláudia Oliveira estavam esperando para doar. Ana Cláudia já era doadora e convidou a irmã para ir ao Hemocentro. “Já queria vir e aproveitei que estou de férias para vir pela primeira vez”, diz Caroline.

A coleta demora cerca de sete minutos, porém há alguns critérios prévios que começam com a recepção e conscientização. Todo o procedimento que antecede a coleta visa em não implicar riscos para o doador e segurança para o paciente que recebe o sangue doado.

Compartilhar no Facebook

Varginhenses não são obrigados a fazer cadastro biométrico para votar nas eleições de 2020 : 05/03/2020 21:02

Mas o cadastro biométrico está disponível para quem quiser fazer.
Varginha é um das 594 cidades mineiras em que os eleitores não são obrigados a fazer o cadastro biométrico para votar nas eleições de 2020.

O recadastramento é feito conforme a necessidade. À medida que o eleitor precisa de algum serviço nos postos de atendimento da Justiça Eleitoral, ele é atendido por meio da coleta de seus dados biométricos.

Veja aqui as cidades mineiras em que não é obrigatório fazer o cadastramento biométrico.

O cadastro biométrico em Minas Gerais começou a ser feito em 2018 e os eleitores de 175 cidades precisavam fazer. Até fevereiro os eleitores de 62 cidades ainda precisam fazer a biometria. Quem não fizer pode ter o título de eleitor cancelado.

Em todas essas cidades, os eleitores podem agendar o atendimento pelo Disque-Eleitor (148) ou pelo site do TRE. O atendimento também pode ser feito por ordem de chegada. Confira os endereços dos cartórios.

Confira aqui a lista das cidades onde o cadastramento biométrico é obrigatório.

Mais informações no Cartório Eleitoral de Varginha, na rua Coronel José Alves, 170, Vila Pinto, ou pelos telefones (35)3222-2800.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Facebook