O que você procura?

1 2 3 4 5 6 7 8

Diretoria de associação de motoristas de aplicativo é eleita em Varginha : 23/07/2020 17:55

Foi eleita na última segunda-feira (20), a primeira mesa diretora da AMAP – Varginha (Associação de Motoristas por Aplicativo). A reunião foi realizada em um imóvel localizado no bairro Jardim Andere.

O diretor escolhido como presidente da associação foi Marcelo Henrique Gonçalves. Segundo ele, será de grande valia ter uma mesa diretora na associação, visando dar maior representatividade dos profissionais do ramo.

“A atividade hoje é principal fonte de renda de muitas pessoas, e para outras tantas é uma importante fonte de complementação da renda. A AMAP chega para defender os interesses desse trabalhadores, que precisam desse apoio. É um passo muito importante para a categoria”, disse o novo diretor.

Atualmente cerca de 800 motoristas estão cadastrados e exercem funções por aplicativos em Varginha. Além de apoiar os condutores nas atividades diárias, a associação visa também uma série de serviços e benefícios para tais.

Compartilhar no Facebook

Famílias de baixa renda de Varginha estão recebendo sistemas de aquecimento solar : 23/07/2020 17:51

Em tempos de pandemia, famílias carentes de Varginha estão recebendo uma ajuda extra para reduzir o consumo de energia elétrica em suas casas. A Cemig está instalando sistemas de aquecimento solar nas residências de duzentas e onze famílias de baixa renda previamente identificadas pelos agentes da empresa na comunidade.

A iniciativa faz parte do projeto Cemig nas Comunidades, ligado ao Programa de Eficiência Energética da empresa, que beneficiou nos últimos meses cerca de duas mil famílias de baixa renda em vários bairros de Varginha com a substituição de lâmpadas comuns por lâmpadas de LED.

A instalação dos aquecedores solares está em fase adiantada. “Este é um benefício relevante se considerarmos que o chuveiro elétrico representa cerca de 30% do consumo de energia doméstico”, explica o gerente de Eficiência Energética da Cemig, Ronaldo Lucas Queiroz. Entre os requisitos para receber o benefício, o cliente deve estar regularmente inscrito nos programas sociais do governo federal, ser cadastrado na tarifa social e estar em dia com as contas de luz.

“O projeto quer justamente combater o desperdício de energia elétrica nas residências dessas famílias e ampliar a consciência na mudança de hábitos e comportamento no uso da energia elétrica, por meio de ações educacionais, instalação de sistemas de aquecimento solar e substituição de lâmpadas ineficientes por outras de tecnologia LED, que são mais econômicas e apresentam maior durabilidade”, explica Ronaldo Lucas.

Além de lâmpadas e aquecedores, algumas famílias também tiveram a geladeira substituída. Para esse processo, a Cemig realiza um levantamento segundo critérios de consumo e verifica as condições em que o equipamento é encontrado. Os refrigeradores e lâmpadas ineficientes são recolhidos e destinados à reciclagem.

Programa de Eficiência Energética e comunidades

As iniciativas do Programa de Eficiência Energética da Cemig em comunidades tem um largo histórico de investimentos, sendo destinados, desde 2008, mais de R$ 244 milhões, que beneficiaram clientes de baixa renda de 545 municípios mineiros.

O Programa de Eficiência Energética da Cemig é regulado pela Aneel e tem como objetivo aplicar, conforme legislação, o percentual estabelecido da receita operacional da companhia em ações que promovem o uso racional da energia elétrica e a redução do desperdício desse recurso com foco na sustentabilidade.

Compartilhar no Facebook

Gerdau e Governo de Minas direcionam recursos a catadores do Programa Bolsa Reciclagem : 23/07/2020 17:48

O Programa Bolsa Reciclagem, de apoio às associações de catadores de materiais recicláveis de Minas Gerais, recebeu recurso de R$ 3 milhões. O valor, que quita prestações em atraso da gestão anterior, foi viabilizado pela parceria entre o Governo do Estado e a siderúrgica Gerdau e vai beneficiar 80 entidades e 1.600 profissionais.

A ação foi anunciada pelo governador de Minas, Romeu Zema, nesta quarta-feira (22/07), em reunião por videoconferência com a presença de parlamentares, representantes do Governo de Minas, Ministério Público, Tribunal de Contas, Gerdau, parceiros institucionais e membros das associações de catadores.

Em parceria com o Governo de Minas, a siderúrgica doou R$ 1,5 milhão para o Programa Bolsa Reciclagem. O direcionamento do recurso ocorreu por intermediação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). O outro R$1,5 milhão foi disponibilizado pelo Governo de Minas por meio da Comissão de Orçamento e Finanças (Cofin).

“Alinhado ao nosso propósito e à diretriz de investimento social, que tem como um dos focos a reciclagem, a Gerdau historicamente tem realizado ações de apoio aos catadores de materiais recicláveis em diversas cidades mineiras. Estamos muito felizes em firmar essa nova parceria que beneficiará as associações de catadores de Minas Gerais, entidades que reúnem profissionais tão importantes para termos uma sociedade mais sustentável e que foram impactados diretamente pela pandemia. Esse é mais um recurso disponibilizado pela Gerdau, que já soma mais de R$20 milhões em doações desde o início da crise da Covid-19. Minas Gerais pode contar com a Gerdau nesta caminhada”, afirma o Diretor de Mineração e Matérias-Primas, Wendel Gomes.

Criado em 2011, pela Lei Estadual 19.823/2011, o programa visa conceder incentivo financeiro às cooperativas e associações de catadores que segregam, enfardam e comercializam papel, papelão, cartonado, plásticos, metais, vidros e outros resíduos pós-consumo. O objetivo é estimular a reintrodução de materiais recicláveis no processo produtivo.

Compartilhar no Facebook

Plano Diretor de Varginha começa a ser votado na Câmara nesta quarta-feira (22) : 22/07/2020 17:53

O Projeto de Lei Complementar nº 02/2020 que faz a revisão do Plano Diretor do Município de Varginha começa a ser discutido e votado pelos vereadores nesta quarta-feira (22).

Após já ter sido discutido e aprovado no ano passado, o Plano Diretor foi vetado pelo Executivo por algumas inconsistências e voltou novamente este ano para a Câmara. De novo, os vereadores estudaram o projeto, fizeram reuniões, colheram sugestões de técnicos e da Comissão formada para auxiliar o Legislativo neste projeto, além de realizar audiência pública antes de colocar o texto em votação.

“Tivemos a cautela de fazer tudo com a maior responsabilidade possível. Se trata de um projeto de grande importância para o desenvolvimento do nosso Município para a próxima década e não podemos deixar que nenhum detalhe passe despercebido. Agradeço imensamente aos meus colegas vereadores que tiveram o comprometimento de participar das reuniões propostas e dos debates acerca deste, que é um dos projetos mais importantes da atual legislatura”, destacou a presidente da Câmara Zilda Silva.

Nesta terça-feira (21) houve uma última reunião com a participação da presidente da Câmara, vereadora Zilda Silva, do secretário da Mesa Diretora, vereador Dudu Ottoni, dos vereadores Dr. Alencar Faleiros, Cláudio Abreu, Delegado Celso Ávila, Dr. Fernando Guedes, Joãozinho Enfermeiro e do Assessor Técnico Legislativo, Lourival Oliveira e do Assessor Jurídico, Juliano Comunian para serem discutidos os últimos detalhes do projeto antes de ser colocado em votação.

A expectativa é que o projeto que trata da revisão do Plano Diretor seja discutido e votado em duas sessões. A primeira nesta quarta e a segunda na próxima quarta-feira (29). Quem quiser acompanhar a votação, será transmitida, ao vivo, pelo Facebook da Câmara de Varginha e pelo canal no Youtube, a partir das 18h.

Compartilhar no Facebook

Projeto de Lei prevê multa de R$ 100 para quem não usar máscara em Varginha : 22/07/2020 17:48

A Prefeitura encaminhou nesta quarta-feira (22) para a Câmara Municipal um projeto de lei que prevê a aplicação de multa para quem estiver sem máscaras em ruas ou estabelecimentos da cidade.

Desde o dia 9 de maio o uso de máscara já é obrigatório em Varginha, porém não existe penalidade para quem desrespeitar o Decreto Municipal. Caso o projeto seja aprovado, a multa será de R$ 100.

"O projeto de lei foi encaminhado hoje de manhã para a câmara. O prefeito exigiu regime de urgência na tramitação desse projeto de lei. A câmara se reúne todas as segundas e quartas-feiras, a câmara certamente lerá a mensagem do prefeito hoje e já é possível que esse projeto seja votado na semana que vem", disse o procurador-geral do município, Dr. Evandro Santos, em entrevista ao Jornal da EPTV.

A fiscalização deverá ficar a cargo dos fiscais da prefeitura, Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e Polícia Militar.

Os valores que serão arrecadados com possíveis autuações serão de uso exclusivo nas ações de prevenção e combate ao coronavírus.

Compartilhar no Facebook

Varginha terá quatro Centros Integrados de atendimento para síndrome gripal : 22/07/2020 17:43

Varginha foi contemplada com o credenciamento de quatro Centros Integrados de atendimento de de síndrome gripal. Antes, a cidade só tinha a UPA para atendimentos fora dos horários de funcionamento das UBS.

De acordo com o Secretário de Saúde de Varginha, Dr Luiz Carlos Coelho, os chamados Ambulatórios de síndrome gripal irão funcionar para atendimento específico para sintomáticos respiratórios e síndrome gripal.

A primeira unidade a entrar em funcionamento será a UBS Dr. José Marcos (antiga policlínica do Bom Pastor), já nesta quinta-feira (22).

O funcionamento das unidades será de segunda a sexta de 15h às 21h, e no sábado de 07h às 19h. As unidades terão médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem entre outros profissionais, inclusive para realizar o teste rápido de covid-19.

Segundo o Secretário, dentro de uma semana serão definidos o funcionamento das outras três unidades.

De acordo com o secretário, o funcionamento dos Ambulatórios pode viabilizar para que os PSFs e as Unidades Básicas de Saúde possam retomar suas atividades dentro de um cronograma de retorno.

Compartilhar no Facebook

Varginha se destaca na região com pontuação do ICMS Patrimônio Cultural : 21/07/2020 18:21

Varginha se destaca mais uma vez entre as cidades da região na pontuação do ICMS Patrimônio Cultural divulgada recentemente pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG). O município conquistou 16,74 pontos e ficou em segundo lugar no Sul de Minas. A pontuação é relativa às atividades realizadas em 2019 pela Prefeitura de Varginha, por meio da Fundação Cultural do município.

O diretor-superintendente da Fundação Cultural, Lindon Lopes, comemora a pontuação, que vai garantir mais recursos para a área nos próximos anos.

“Varginha novamente entra em um ciclo virtuoso. Quanto mais investimos na preservação do nosso patrimônio, mais receberemos recursos para atuar na área. Parabenizo toda equipe do Setor de Patrimônio que realizou diversas atividades no ano passado que elevaram a nossa pontuação e, o mais importante, ajudaram a preservar nossa história”.

A equipe responsável pelas atividades é composta pelos servidores Danielle de Souza Guimarães, Eliana Cristina Costa, Cláudio Henrique Martins e Hian Adler Garcia, além da colaboração da ex-servidora da Fundação, Bianca Gomes da Costa.

“O trabalho na área da cultura em Varginha é amplo, sério e eficiente, o que garantiu a elevação na pontuação do Iepha. Isso nos incentiva a continuar com ações que valorizam e preservam a nossa história, que é rica e merecedora de toda essa atenção dos nossos investimentos”, enfatiza o prefeito Vérdi Lúcio Melo.

Dentre as ações realizadas em 2019 está o projeto “Nosso Patrimônio, Nosso Tesouro” com a ação educativa “Brincando com o Patrimônio” para alunos do 3º e 4º ano da Escola Municipal Domingos Ribeiro de Rezende com um tabuleiro interativo com 40 m², em que à medida que os alunos acertavam as respostas relacionadas à história dos patrimônios tombados avançavam no jogo.

Houve ainda o “Quiz do Patrimônio” com alunos do 9º ano da mesma escola, um jogo de perguntas e respostas, com diferentes níveis de dificuldade, sobre a memória e o patrimônio cultural do município. Outra ação foi o Concurso “Curta o Patrimônio”, em que 70 alunos retrataram a história de 14 patrimônios culturais.

Pela primeira vez, Varginha sediou a Rodada Regional do Patrimônio Cultural. O evento foi realizado em agosto no auditório da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Varginha – ACIV e contou com a participação de gestores da área cultural de 53 municípios do Estado.

Também no mês de agosto foi realizada a 7ª Jornada do Patrimônio Cultural, que contou com o lançamento do livro “Cozinha das Geraes: sabores, segredos e tradições” com 34 deliciosas receitas que marcam a culinária em Minas Gerais. Além dos pratos, a edição contém curiosidades sobre algumas guloseimas e ainda frases de chefs e historiadores. Foi feita ainda a exposição “Cozinha Mineira: segredos, histórias e delícias”

Já o 1º Seminário do Patrimônio Cultural de Varginha realizado no mês de outubro do ano passado discutiu as ferramentas de gestão da área, além de destacar a importância da valorização, preservação e proteção do patrimônio histórico e cultural. No evento foi distribuída a cartilha “Patrimônio Cultural – Varginha: nossa história, nosso presente”, com um resgate da história de cada bem tombado na cidade.

Os Conselheiros Municipais de Patrimônio Cultural e os servidores da Fundação Cultural participaram do curso “Conselhos Municipais do Patrimônio Cultural – Aspectos Práticos” oferecido em novembro de 2019 pela AME Cultura, consultoria contratada pela Fundação. O objetivo foi capacitar sobre os vários aspectos da área, munindo os profissionais para atuar de maneira mais eficiente.

Atividades de Educação Patrimonial

Oficina de Educação Patrimonial “Na trilha da Educação Patrimonial”
Gestão Cultural: minicurso
1º Seminário de Patrimônio Cultural
Gestão, Proteção e Promoção do Patrimônio Cultural em Municípios: oficina de capacitação dos servidores
Ação “Brincando com o Patrimônio”
Ação: “Para proteger é preciso conhecer”
Ação Educativa “Restaurar é resgatar a história”

Atividades de Difusão do Patrimônio

Livreto de receitas: “Cozinha das Geraes: sabores, segredo e tradições”
Cartilha: “Patrimônio Histórico: Varginha, nossa história, nosso presente”
Coleção de cartões-postais: “Varginha em postais”
Exposição “Cozinha Mineira: segredos, histórias e delícias”
7ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais
Publicação do livro de Atas da Câmara Municipal

Atividades de implementação de Políticas Públicas de Patrimônio Cultural

Restauração da Estátua da Deusa Vênus
Obras de conservação e manutenção de bens culturais: Theatro Capitólio, Estação Ferroviária e Casarão Mariana Figueiredo Frota (Museu Municipal e Biblioteca Pública)
Vistorias de bens tombados
Inventário de bens imóveis, móveis e imateriais da zona rural
Assistência ao Conselho Deliberativo Municipal do Patrimônio Cultural
Desenvolvimento e acompanhamento de processos de tombamento e registro: Conjunto de Imagens Sacras da Antiga Igreja Matriz, Locomotiva RMV 157 e Folias de Reis de Varginha
Apoio a ações de salvaguarda de bens registrados: Folias de Reis
Relatório de Política municipal de proteção ao patrimônio cultural e outras ações
Relatório de investimentos e despesas financeiras em bens culturais protegidos
Laudos de Estado de Conservação de Bens Culturais Tombados


O ICMS Patrimônio Cultural é um programa de incentivo do Governo de Minas para preservação do patrimônio cultural do Estado, por meio de repasse dos recursos para os municípios que preservam seu patrimônio e suas referências culturais através de políticas públicas relevantes. O programa, que completa 25 anos em 2020, estimula as ações de salvaguarda dos bens protegidos pelos municípios por meio do fortalecimento dos setores responsáveis pelo patrimônio das cidades e de seus respectivos conselhos em uma ação conjunta com as comunidades locais.

Compartilhar no Facebook

General Mourão afirma contato com Sheik árabe visando investimentos em Varginha : 21/07/2020 18:14

No dia 27 de abril, o vereador de Varginha, Zacarias Piva, esteve em Brasília reunido com o vice-presidente da República General Hamilton Mourão, o deputado federal Charlles Evangelista, um representante do Estado e dois empresários.

Na época, conforme o próprio vereador, a intuição da visita teria sido buscar grandes investimentos para o Estado de Minas Gerais, em especial à cidade de Varginha.

Ainda na reunião, houve a necessidade de interferência do vice-presidente, em estreitar os laços de relações exteriores entre o Brasil e Emirados Árabes. Em um primeiro momento vereador não quis passar mais detalhes da conversa e nem das negociações que segundo ele, “deveriam permanecer em sigilo, até porque estavam na fase de cogitação, mas, com projetos sólidos e muito bem recepcionado pelo Governador Romeu Zema.”

Piva teria concluído que, Varginha poderia receber investimentos estrangeiros de alta envergadura em um futuro próximo. Atividades essas que refletiram diretamente no PIB da cidade.

General Mourão conversa com Sheik árabe

Quase três meses após a reunião com Zacarias Piva, General Mourão afirmou em suas redes sociais que está conversando com o Sheik dos Emirados Árabes Unidos, Mansour bin Zayed Al Nahyan, sobre relações entre o Brasil e o pais árabe.

Segundo Mourão, estão em pauta assuntos como: o Conselho Nacional da Amazônia Legal, além do apoio árabe voltado à criação do hub de tecnologia em Varginha.

O que é um hub de tecnologia?

O hub de inovação é um lugar onde startups podem desenvolver novas ideias. A ideia é que esses empreendedores com alto potencial de crescimento e frequentemente relacionadas com tecnologia possam trabalhar e também conhecer e fazer trocas com investidores, grandes empresas e outras startups.

Os hubs são verdadeiros centros de convergência, ambientes em que startups, investidores e empresas com alto poder de crescimento se concentram com o intuito de promover a inovação, gerar insights e propostas de alto valor a partir de um viés tecnológico.

Compartilhar no Facebook

Índice de Confiança do CESUL: empresários com baixa confiança em Varginha : 21/07/2020 18:06

A nona pesquisa do Índice de Confiança do Conselho Empresarial do Sul de Minas – Regional Varginha, referente ao 2° trimestre de 2020 e às perspectivas para o terceiro trimestre deste ano, demonstrou a opinião dos empresários em pleno período da pandemia de Covid-19, abrangendo desde a época do maior isolamento social até as primeiras flexibilizações mais amplas.

De acordo com o responsável pela pesquisa, Prof. Dr. Pedro dos Santos Portugal Júnior, o índice apresenta a percepção dos empresários no que se refere a seis quesitos intimamente ligados ao desempenho das empresas, são eles: vendas, contratações, investimentos, inadimplência, segmento empresarial e economia nacional. Os resultados podem atingir três situações: confiança em alta (índice acima de 100), estável (índice igual a 100) e confiança em baixa (índice abaixo de 100).

“Os resultados, como já eram esperados, mostram um empresário bastante pessimista no contexto atual e futuro, especialmente em função das incertezas que ainda imperam nesse período”, explicou o Prof. Pedro.

O índice geral de confiança, que engloba a situação atual e futura (obtido através de uma média simples), alcançou o patamar de 88,42, uma queda de 17,58 pontos em relação à pesquisa anterior, representando o menor resultado apurado para esse índice desde o início da pesquisa no segundo trimestre de 2018.

“Pesquisas como essa são fundamentais para mostrarem a realidade e servir de parâmetro para empresários, governos e entidades representativas no que tange às ações a serem tomadas para enfrentamento deste período”, concluiu o Prof. Pedro.

Compartilhar no Facebook

Deputado destina emenda parlamentar de R$ 200 mil ao Conservatório de Música em Varginha : 21/07/2020 18:03

O Deputado Estadual Professor Cleiton destinou através de uma emenda parlamentar a quantia de R$ 200 mil ao Conservatório Estadual de Música Maestro Marciliano Braga, localizado em Varginha. O recurso foi encaminhado com intuito de realizar a troca do telhado local.

“Trata-se de uma emenda que vai ser usada para a troca de todo o telhado do Conservatório. Sabemos que esse é um antigo problema que muitas vezes comprometia até o andamento das aulas, já que com as chuvas intensas as salas eram alagadas. Tenho um imenso respeito pelo trabalho do Conservatório, pelo que ele representa para a cultura de Varginha e para toda nossa região, não é qualquer instituição de ensino que consegue atender um número tão grande de alunos, com tanta excelência.” disse o deputado.

Atualmente o Conservatório de Música de Varginha atende de forma gratuita cerca de 2.500 alunos. Todos têm acesso ao aprendizado de arte e cultura. De acordo com a diretoria do local, o recurso já foi pago e agora será realizada a licitação para início das obras.

Compartilhar no Facebook

Empresa de Varginha obtém registro sanitário junto à Anvisa e inicia a comercialização de testes rápidos para Covid-19 : 21/07/2020 10:20

Empresas, instituições educacionais e segmentos empresariais do Sul de Minas podem contar com o acesso imediato aos testes rápidos da COVID-19. A Biotécnica, indústria de biotecnologia que atua há cerca de 20 anos no mercado de reagentes e equipamentos para uso diagnósticos in-vitro, obteve autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para comercialização do teste rápido que detecta os anticorpos da COVID-19. O produto, além da certificação Anvisa, também é reconhecido pelos órgãos reguladores de saúde dos Estados Unidos (FDA), Europa (CE) e China (CFDA).

O teste comercializado pela Biotécnica é capaz de detectar os anticorpos anti Sars-Cov-2 (IgG/IgM) a partir do 6º dia de contato com o vírus. Com apenas uma gota de sangue (20 ul) coletada, por exemplo, da ponta do dedo, é possível fazer o teste, que fica pronto em até 15 minutos.

“Nosso teste está posicionado entre os melhores, segundo o Programa de Avaliação de Kits para Coronavírus. Este programa, que foi criado para avaliar a performance dos testes disponíveis no mercado, é uma ação conjunta da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica, da Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica e da Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial (test COVID-19.org)” explica o diretor comercial da Biotécnica, Marcelo Saraiva Rocha.

A Biotécnica é a primeira indústria da região do Sul de Minas autorizada pela Anvisa para a comercialização do produto. Eles atenderão a empresas, escolas, universidades, instituições, além de profissionais liberais no diagnóstico, monitoramento e controle regional da pandemia.

“Antes esses setores tinham que buscar pelos testes rápidos em Belo Horizonte ou fora do estado de Minas, devido a fatores logísticos e priorização de maiores mercados. Com isso, o escoamento e disponibilização dos testes para a região ficaram prejudicados no estágio inicial da pandemia. Agora, o Sul de Minas pode contar com um fabricante e fornecedor local dos testes para ter mais agilidade e segurança” relata.

Outro ponto importante é o custo-benefício. A comercialização será feita diretamente com a Biotécnica, sem a atuação de atravessadores. “Ampliar a testagem em massa é investir na segurança da população de forma geral, auxiliando inclusive à retomada de atividades essenciais como instituições de ensino e empresas de todo porte”, reforça Marcelo.

Compartilhar no Facebook

Guarda Civil Municipal registra quase 50 ocorrências de queimadas irregulares em junho : 21/07/2020 10:16

A Guarda Civil Municipal por meio do Grupamento de Meio Ambiente – GMAT, atendeu aproximadamente 50 ocorrências de queimada irregular apenas no mês de junho em Varginha. De acordo com a GCM, a incidência das queimadas praticamente dobrou em relação aos meses de abril e maio deste ano.


A GCMV orienta principalmente aos proprietários de terrenos baldios a adotarem práticas que ajudem a evitar a incidência das queimadas como a limpeza completa da área, a retirada de entulhos e lixos e, se possível, a colocação de cercas ou construção de muros. A GCM ressalta que para esse tipo de ocorrência, existe notificações e multas.

A GCMV explica que, de acordo com a Lei Municipal 4.876/2008, caso o autor da queimada não seja flagrado no ato ou identificado por terceiros, o proprietário do terreno atingido será responsabilizado.

Ainda de acordo com a Lei Municipal, que dispõe sobre a limpeza de faixa de domínio e de terrenos urbanos baldios, “todos os proprietários ou possuidores, a qualquer título, de faixa de domínio e terrenos urbanos baldios são obrigados a mantê-los, permanentemente, roçados e limpos de entulhos, com vistas à preservação da saúde pública”.

Colocar fogo em terrenos baldios, pastos, matas ou em outros lugares configura crime (artigo 250 do Código Penal e artigo 41 da Lei 9605/98) com penas que variam de 2 a 6 anos de prisão, além do pagamento de multa.

A limpeza dos lotes contribui não só para evitar as queimadas irregulares como também o aparecimento e a proliferação de animais peçonhentos e insetos e os focos do Aedes Aegypti, mosquito responsável pela transmissão da dengue, do zika vírus, da febre amarela e da chikungunya.

A GCM reforça que a participação da população é muito importante no combate às queimadas, descarte de lixo e entulhos de forma irregular e outros crimes ambientais.A Guarda Civil Municipal de Varginha recebe denúncias pelos telefones 153 e 3690-2714.

Compartilhar no Facebook

Vereador reforça pedido de informações sobre mutirão de cirurgias de catarata em Varginha : 21/07/2020 10:13

Na última sessão ordinária da Câmara Municipal de Varginha, o vereador Dr. Guedes apresentou um requerimento no qual pede informações sobre os mutirões de cirurgia de catarata no município. Em seu requerimento, o vereador quer saber quantas pessoas aguardam a cirurgia, quando foi realizado o último mutirão e se existe previsão para a realização de novos procedimentos.

Dr. Guedes argumenta que a demora na realização das cirurgias pode causar prejuízo aos pacientes. “A demora na realização do procedimento cirúrgico pode comprometer o resultado, bem como acarretar danos maiores à visão dos pacientes, principalmente naqueles que já realizaram o procedimento cirúrgico em um olho e aguardam a cirurgia no outro”, relata.

Segundo o vereador, o assunto já foi tema de questionamentos no ano de 2017 e à época foi informado pela administração que o último mutirão foi realizado em 2014. “Após 6 anos do último mutirão, existem certamente milhares de pessoas na fila aguardando por uma cirurgia. Desse modo, precisamos saber ao certo, se a Prefeitura já está viabilizando recursos e se programando para a realização de um novo mutirão”, disse.

Devido à grande demanda de cirurgias no Município e, ainda, ao fato de que a demora no procedimento pode acarretar danos maiores à visão do paciente, o vereador espera uma resposta positiva da administração municipal.

Compartilhar no Facebook

Colégio Catanduvas tem R$ 350 mil bloqueados pela Justiça : 17/07/2020 15:54

A 1ª Vara do Trabalho de Varginha bloqueou nessa quinta-feira (16), R$ 350 mil referentes ao Colégio Cenecista Catanduvas. A decisão foi tomada após cinco professores abrirem um processo judicial contra o Centro de Ensino.

De acordo com a Justiça, os profissionais demitidos alegaram que: desde 2019 sofriam com atraso de salários; o FGTS não vinha sendo depositado; em março de 2020 os salários foram reduzidos de forma arbitrária para o patamar de 50% do valor da hora-aula; no último dia 10 foram surpreendidos com o anúncio do fechamento do estabelecimento, havendo demissão em massa; não houve pagamento de rescisões nem liberação de guias. Além disso, os profissionais alegam ainda que, há grande probabilidade de perigo de dano ao resultado útil das ações trabalhistas a serem ajuizadas.

Ainda conforme a Justiça, devido ao requerimento desferido pelos profissionais do colégio, ficou definido o bloqueio de bens do Catanduvas afim de assegurar o pagamento de débitos, tais como, fundo de garantia, férias e décimo terceiro. Sendo assim, imóveis, contas bancárias, veículos e materiais que se encontram dentro da instituição estão bloqueados.

O Colégio Catanduvas juntamente a REDE CNEC têm 10 dias para apresentação de defesa.

Entenda o imbróglio envolvendo a REDE CNEC e o Colégio Catanduvas

No último dia 10, a Rede CNEC emitiu nota explicando que aumento expressivo no índice de inadimplentes e no número de cancelamentos ou transferências de matrículas foi crucial para decisão de fechamento do colégio.

Na ocasião, a CNEC comunicou que as atividades do Colégio Catanduvas foram encerradas após uma reunião virtual entre pais de alunos e diretores.

Em entrevista ao Blog do Madeira, muitos deles se mostraram indignados com o comportamento do Catanduvas. “A gente continuava pagando em dia as mensalidades e, agora, do nada, informaram que o colégio está fechado.”– disse, um pai de aluno.

Posicionamento da Sinpro Minas

Na época do anúncio do fechamento do colégio, o CSul entrou em contato com a diretora do Sindicato dos Professores da Rede Privada de Minas Gerais (Sinpro Minas), Mônica Cardoso. Segundo ela, o sindicato se reuniu de forma virtual na manhã daquela sexta-feira (10), com os professores para prestar orientações com relação às questões trabalhistas.

Conforme o Sindicato, os professores foram avisados do fechamento em reunião realizada horas antes do anúncio aos pais de alunos.

Após a repercussão negativa do encerramento simultâneo das atividades colegiais, a diretoria do Catanduvas voltou atrás e disse que estudaria medidas para cumprir o compromisso com alunos, pais e professores por pelo menos até o fim de 2020.

A medida foi tomada após uma reunião com os pais de alunos na última segunda-feira (13), ou seja, apenas três dias depois de comunicar o fechamento.

Segundo a Rede CNEC, responsável pela administração da instituição, ficou definido que, o colégio irá continuar com as turmas do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental II, e Ensino Médio, dependendo do número de alunos em cada sala.

Compartilhar no Facebook

Câmara Municipal aprova projeto de lei que obriga empresas a retirarem cabos inutilizados de postes : 17/07/2020 15:47

Pelas ruas de Varginha, a população tem que lidar com um desconforto ótico: o excesso de fios de telecomunicações impacta a paisagem urbana do município. Além de se constituir como poluição visual, o emaranhado de cabos também é visto como perigo à segurança dos varginhenses. Em vários pontos da cidade a visão está comprometida pela fiação. Entre os locais, patrimônios históricos e culturais são afetados, sendo o problema observado, inclusive por visitantes.

Existem várias concessionárias de serviços que aproveitam o posteamento e colocam novas fiações, novos cabos de telefone, criando um emaranhado de fios. O ideal seria que a cidade adotasse a fiação subterrânea, mas o principal empecilho é o custo alto.

Agora é lei

Foi aprovada na Câmara Municipal, em primeira e segunda votação, o Projeto de Lei (PL) que prevê que a empresa concessionária ou permissionária de energia elétrica seja obrigada a realizar o alinhamento dos fios utilizados e a retirada dos fios não utilizados nos postes existentes no município.

O PL, que é de autoria do vereador Dudu Ottoni, diz ainda que a empresa concessionária ou permissionária de energia elétrica fica obrigada a notificar as demais empresas que utilizam os postes como suporte de seus cabeamentos, a fim de que estas façam o alinhamento dos seus cabos e demais instrumentos por elas utilizados e que procedam a retirada dos que não estão mais utilizando, sendo obrigatório dar destino adequado, não deixando os mesmos nas vias públicas.

Na votação, os 15 vereadores que compõem o legislativo do município votaram a favor do Projeto de Lei.

A justificativa é que Varginha conta com uma imensa quantidade de cabos aéreos, instalados em postes por toda a cidade. “Muitas vezes esses fios são atingidos por caminhões e muitos que já não estão em uso ficam pendurados nos postes ou espalhados pelo chão”, disse o autor do projeto, vereador Dudu Ottoni.

Para entrar em vigor, a proposta que já foi encaminhada ao executivo deve ser sancionada pelo prefeito no prazo de 15 dias úteis. Apenas depois disso, será publicado no Diário Oficial e passa a valer.

Compartilhar no Facebook

Prefeitura de Varginha defende autonomia do município para manter a flexibilização das atividades comerciais : 17/07/2020 15:42

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais determinou na última semana que cidades que não tiverem aderido ao programa Minas Consciente de flexibilização social só permitam funcionamento de serviços essenciais. A notícia causou apreensão na cidade.

Em nota assinada pelo Prefeito Vérdi Lúcio Melo e pelo Procurador-geral do município, Dr. Evandro Santos, divulgada nesta sexta-feira (17), a Prefeitura de Varginha defende autonomia do município para manter a flexibilização das atividades comerciais.

O Município defende que a liminar não alcança os decretos municipais já expedidos. Segundo a nota, a decisão judicial não explicitou seus efeitos, por isso o município manterá a condução que tem feito na prevenção e combate ao coronavírus, e as ações de manutenção da economia, exatamente da forma como já vem fazendo.

A nota diz que o Município de Varginha obedece às normas constitucionais e legais vigentes e atenderá integralmente qualquer decisão judicial da qual não caiba recurso com efeito suspensivo e que venha a determinar, de forma expressa, o fechamento das atividades comerciais, o que não ocorreu até a presente data.

Confira a nota na íntegra.

A Prefeitura Municipal de Varginha, considerando que tem recebido diversos pedidos de informações acerca do funcionamento do comércio e de outras atividades econômicas, os quais, supostamente, teriam que ser fechados em razão de decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o que vem causando apreensão na população, esclarece o seguinte:

O Estado de Minas Gerais, através de um Comitê Extraordinário, editou em março de 2020, a Deliberação nº 17/2020, a qual estabelece, dentre outras questões, a possibilidade de funcionamento parcial de apenas algumas determinadas atividades consideradas essenciais.

Em palavras do próprio Governador de Estado, tal deliberação nunca vinculou os Municípios, os quais têm autonomia federativa em razão do que dispõe a Constituição Federal.

Nesse sentido, o Município de Varginha, desde 18 de março do corrente ano de 2020, vem editando decretos regulando as atividades em funcionamento, preocupado com a saúde da população, com a prevenção e combate ao coronavírus, mas, também, preocupado com a economia e com a manutenção de empregos e renda para o povo varginhense.

O Governo de Minas, nesse intercurso, criou o Programa “Minas Consciente”, o qual, embora bem intencionado, não atende às necessidades da cidade de Varginha, vez que referido Programa, dividido em “Ondas” (Verde, Branca, Amarela, Vermelha e, ainda, para alguns casos, Roxa), considera a macrorregião na qual a cidade está inserida, sendo que, no caso de Varginha, considera-se todo o Sul de Minas, sendo certo que diversas cidades têm um índice mais elevado de infecção pela COVID-19, o que faz com que Varginha não consiga se situar em uma das “Ondas” que permita uma maior flexibilização, motivo pelo qual eventual adesão ao Programa “Minas Consciente”, na forma como está concebido, representaria um retrocesso e um prejuízo incalculável ao Município e ao seu povo.

Contudo, o Ministério Público Estadual tem sustentado que os Municípios mineiros estariam vinculados, obrigatoriamente, à Deliberação nº 17 do Governo do Estado, ou, então, caso queiram flexibilizar ações, que devem aderir ao Programa “Minas Consciente”.

O Município de Varginha, assim como mais de 700 municípios mineiros, dentre os 853 que totaliza o Estado, não concorda com tal posicionamento, o que levou o Ministério Público a ingressar, nesta Comarca e em diversas outras, com Ação Civil Pública, onde pleiteia a regressão na flexibilização de abertura do comércio e outras atividades, sustentando que o Município deve se vincular à Deliberação nº 17/2020.

Tal Ação Judicial foi questionada pelo Município, através de sua Procuradoria-Geral, sendo que o MM. Juiz da Vara da Fazenda Pública negou o pedido liminar feito pelo Ministério Público, que recorreu ao Tribunal, sendo que tal recurso ainda não foi julgado.

Na última semana (09/7/2020 – quinta-feira), o Município de Varginha, e o Estado de Minas Gerais como um todo, souberam da Ação Declaratória de Constitucionalidade movida no Tribunal de Justiça pela Procuradoria Geral de Justiça, órgão superior do Ministério Público, situada em Belo Horizonte.

O que se pleiteia naquela Ação Declaratória de Constitucionalidade é que a Deliberação nº 17/2020 seja declarada constitucional pelo Tribunal de Justiça, pretendendo, ainda, que passe a vincular todos os Municípios do Estado.

Em decisão sumária e passível de reforma, foi deferida liminar pela Desembargadora Relatora do processo, com o fim de suspender a tramitação de todos os processos judiciais no Estado que tratem da matéria, bem como suspender as decisões que tenham afastado a aplicabilidade da Deliberação nº 17/2020.

O Município de Varginha tem posicionamento firme de que tal liminar não alcança os decretos municipais já expedidos, vez que a decisão judicial não explicitou tal efeito, motivo pelo qual manterá a condução que tem feito na prevenção e combate ao coronavírus, e as ações de manutenção da economia, exatamente da forma como já vem fazendo, estando atento à evolução do quadro epidemiológico, que é o que faz com que as medidas de restrição sejam diminuídas ou ampliadas.

Por fim, o Município de Varginha esclarece que tem tomado todas as medidas judiciais cabíveis à espécie, já tendo ingressado com pedido para integrar a Ação Declaratória de Constitucionalidade como amicus curiae e participar do processo diretamente, sendo um dos primeiros Municípios no Estado a tomar tal providência e, ainda, na data de hoje, protocolizou no Tribunal de Justiça, Ação de Reclamação ao Presidente do TJMG e ao Órgão Especial daquele Tribunal, visando a cassação da decisão liminar, dentre outros fundamentos, sendo o primeiro Município no Estado a tomar tal providência.

Inobstante, o Município de Varginha, obediente às normas constitucionais e legais vigentes, atenderá, integralmente e prontamente qualquer decisão judicial da qual não caiba recurso com efeito suspensivo e que venha a determinar, de forma expressa, o fechamento das atividades comerciais, o que não ocorreu até a presente data.


VÉRDI LÚCIO MELO
Prefeito Municipal de Varginha

EVANDRO SANTOS
Procurador-Geral do Município

Compartilhar no Facebook

Diocese da Campanha orienta fiéis para volta de missas e atividades presenciais : 16/07/2020 17:49

A Diocese da Campanha está se movimentando para a volta das atividades e missas presenciais a partir do próximo 1º de agosto. Além disso, a diocese confirmou que a Semana Nacional da Família está mantida para o próximo mês e a Catequese Matrimonial continua mesmo diante pandemia.

Algumas orientações deverão ser seguidas pelos fiéis e pelas paróquias, para que as atividades retornem. A diocese deixou claro que as paróquias deverão, acima de tudo, seguirem os protocolos de acordo com as orientações de cada município, dados por decretos municipais.

Encontros Matrimoniais
Muitos casamentos foram adiados e outros tantos estão previstos, mesmo diante a pandemia. O bispo Dom Pedro Cunha Cruz, orientou os fiéis quanto às celebrações matrimoniais e afirmou que “os noivos não estão dispensados da devida preparação para o sacramento do matrimônio”, afirmou.

Segundo as orientações diocesanas, a Catequese Matrimonial deve continuar sendo personalizada e não acontecer mais nas casas das famílias, mas sim nos ambientes próprios das paróquias/comunidades.

“Solicitamos às Equipes do Setor Pré-matrimônio que continuem realizando os cinco encontros com os temas propostos no nosso material. Contudo, os encontros poderão ser presenciais, tomando-se todos os cuidados no que se refere a higienização e ao distanciamento, ou virtuais, sobretudo para não expor aqueles agentes da pastoral que fazem parte dos grupos de risco”, completou a Diocese.

Os encontros virtuais, segundo a diocese, devem acontecer com no máximo 60 minutos de duração e com duração máxima de três casais. Os encontros também poderão ser intercalados, entre virtual e presencial, caso a paróquia queira adotar este método.

Semana Nacional da Família
Programada para ser celebrada entre 9 e 15 de agosto, a Semana Nacional da Família está mantida para o próximo mês, segundo a diocese. Muitas paróquias já estão preparando celebrações especiais e atividades próprias para comemorar a semana.

“Exortamos às equipes paroquiais a não deixarem passar em branco essa semana. Vamos realizar, ao longo da semana, transmissões diárias de celebrações, encontros e momentos de oração através dos canais na internet, que serão, em breve, divulgados”, afirmou a diocese.

Criada em 1992, a Semana Nacional da Família é um evento anual e integra o calendário das paróquias e comunidades de todo o Brasil. O tema central deste ano é “O amor é a nossa missão: a família plenamente viva”. O evento é motivado pela Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), organismo vinculado à Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Missas em Varginha
As nove paróquias de Varginha seguem planejando medidas para que possam receber fiéis novamente, após mais de quatro meses apenas com atividades online.

Fiéis

O acesso às celebrações está condicionado ao serviço de cada secretaria municipal. Em Varginha, um decreto ativo autoriza a igreja acolher 30% da capacidade do local. Sendo assim, a paróquia informou que acolherá 130 fiéis por celebração. Os fiéis deverão realizar inscrição no escritório paroquial e receberão uma senha, que deve ser apresentada na entrada da igreja à equipe de acolhida.

Dentro da igreja
Ao chegar na igreja, os fiéis deverão manter o distanciamento de 2 metros. Se forem da mesma família, poderão sentar três pessoas no mesmo banco. Haverá um agente de pastoral, próximo à porta de entrada, orientando os fiéis para que entrem de máscara e higienize as mãos.

Liturgia
Quanto ao fiel que participa da equipe de liturgia, antes de proclamar a leitura, deve higienizar as mãos e não deve tocar no livro e ambão (estante onde fica o livro). “Se necessário, se alguma leitura tiver que tocar no livro para tocar na folha, a pessoa, depois que proclamar a leitura, mesmo que não toque no livro, deve higienizar as mãos antes de retornar ao local”, avisou.

Ofertas
Como costume e tradição, as ofertas dos fiéis são recolhidas no meio da celebração, durante o ofertório. No entanto, segundo a paróquia, neste período, as ofertas serão recolhidas ao final da celebração, quando o fiel estiver deixando a igreja.

Comunhão
O fiel deverá permanecer em seu local para receber a comunhão, na frente do ministro, em pé e com máscara. O ministro, após fazer a higienização de suas mãos, deve ir até o fiel, que deve receber a comunhão com a mão estendida, direita por cima da esquerda, para que possa tomar a comunhão. Assim que o ministro entregar o ‘Corpo de Cristo’, o fiel retira a máscara e comunga na frente do próprio ministro.

Sair da igreja
Ao final da celebração, começando do último banco, os fiéis deixarão a igreja com calma e evitando aglomerações, com cautela e ajuda dos agentes de pastoral.

Compartilhar no Facebook

Varginha reduz pela metade número de consumidores no Mercado do Produtor : 15/07/2020 18:39

Como consequência das ações de enfrentamento à Covid-19, a Prefeitura de Varginha informa que o número de consumidores permitidos no interior do Mercado do Produtor será reduzido pela metade, a partir do próximo domingo (19).

A medida tem o objetivo de evitar aglomerações e foi motivada pelo aumento do número de denúncias recebidas nas últimas semanas. Tais denúncias reportavam filas de espera, não distanciamento das pessoas e algumas situações de aglomeração em determinadas bancas.

Para evitar medidas mais drásticas, tanto os feirantes como os consumidores vão ter que se atentar ao Decreto Municipal que determina as medidas de prevenção ao novo coronavírus.

Essa intervenção, tomada pela Vigilância Sanitária em conjunto com a administração do Mercado do Produtor, faz parte das ações do município visando um combate mais eficaz à transmissão do novo coronavírus nas próximas semanas.

Compartilhar no Facebook

Após anunciar fechamento, Colégio Catanduvas volta atrás e diz que irá manter aulas até final do ano : 14/07/2020 18:08

Após anunciar na última sexta-feira (10), que iria encerrar as atividades em Varginha, a diretoria do Colégio Catanduvas voltou atrás e comunicou que irá exercer as aulas por pelo menos até o fim de 2020. A medida foi tomada após uma reunião com os pais de alunos nessa segunda-feira (13).

Segundo a Rede CNEC, responsável pela administração da instituição, ficou definido que, o colégio irá continuar com as turmas do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental II, e Ensino Médio, dependendo do número de alunos em cada sala.

Faceca

A Faculdade Cenecista de Varginha (FACECA), que também integra a CNEC, não foi afetada pelo anúncio inicial do fechamento do colégio, segundo o professor de Direito Constitucional da Faceca, Dr. Luiz Antônio Ribeiro Júnior.

“A faculdade continua funcionando normalmente, limitando-se o encerramento das atividades ao Colégio Catanduvas. Quaisquer dúvidas, não deixem de entrar em contato. Conto com vocês em nosso segundo semestre letivo, com a disposição e garra de sempre.” disse.

Compartilhar no Facebook

Secretaria de Educação lança programa “Agenda 2030” : 14/07/2020 18:03

Com o objetivo de promover a prosperidade e, ao mesmo tempo, proteger o planeta, a fim de alcançar o desenvolvimento sustentável, a SEDUC criou a “AGENDA 2030 EM CASA, EM TEMPOS DE ISOLAMENTO SOCIAL”. O programa está sendo desenvolvido com o intuito de valorizar a vida, o tempo, os objetos, os espaços e as relações, e será voltado para ações que trabalhem o bem-estar e a sustentabilidade, bens considerados tão preciosos para a convivência em sociedade, e que são de muita importância para a conscientização da cidadania planetária em todos nós, nesse momento de isolamento social, que demanda tanta atenção e cuidado.

Para enfrentar os desafios impostos neste tempo de pandemia e manter o vínculo com as famílias, foram preparadas atividades que buscam provocar na comunidade escolar a ousadia de “pensar num mundo” com uma “nova visão”, investigá-lo e descobrir seus próprios horizontes, dentro da premissa da sustentabilidade.

A proposta é apresentar iniciativas em torno dos 17 OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL – ODS da ONU, através de dois cenários:

CENÁRIO 1- AGENDA 2030 COM A FAMÍLIA: apresentação de situações de num contexto a ser superado com as famílias;

CENÁRIO 2- AGENDA 2030 COM AS CRIANÇAS: apresentação de situações num contexto a ser superados com as crianças.

Além dos dois cenários, haverá publicações de Sequências Didáticas e confecções de materiais complementares, voltados para o desenvolvimento dos 17 ODS, todos realizados por nossos educadores, professores, supervisores, orientadores e diretores dos Centros Municipais de Educação Infantil – CEMEIs e escolas. Com o apoio imprescindível de nossos colaboradores, novos cenários serão incluídos na plataforma, a cada mês.

O foco desta ação é oferecer à sociedade uma oportunidade de se aprofundar nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Para o êxito do alcance dos ODS junto à comunidade, será necessário que todos estejamos atentos e conscientes do que acontece no mundo todo e também no nosso entorno, numa atuação que nos fará pensar global e agir local.

Dessa maneira, a proposta é um convite aos nossos colaboradores e a todas as famílias das nossas comunidades escolares para juntos embarcarmos numa jornada coletiva, rumo ao desenvolvimento de um Planeta Sustentável.

Compartilhar no Facebook

Mais quatro trechos da região poderão ser beneficiados com Plano Estratégico Ferroviário de Minas Gerais : 14/07/2020 18:00

Outros quatro trechos do Sul de Minas poderão ser beneficiados com o Plano Estratégico Ferroviário de Minas Gerais (PEF), elaborado pela Fundação Dom Cabral, sob a liderança do deputado João Leite. O deputado Antonio Carlos Arantes anunciou que trabalha para que a região consiga as inclusões dos trechos, após outros dez terem sido apresentados anteriormente.

Segundo o deputado, o primeiro trecho ligaria os municípios de Passos, Itaú de Minas, São Sebastião do Paraíso e Altinópolis, com Ribeirão Preto, em São Paulo. O segundo trecho, prevê a interligação dos municípios de São Sebastião do Paraíso, Itamogi, Monte Santo de Minas, e Mococa, também em São Paulo. O terceiro abrange os municípios de Monte Belo, Muzambinho, Guaxupé e Guaranésia, até Mococa. E o quarto trecho ligaria Varginha até o Vale do Paraíba, em São Paulo. Os trechos somados cobririam cerca de 750 km de ferrovias.

“As linhas ferroviárias ainda existem nesses trechos, mas estão desativadas há mais de 20 anos. O fato delas existirem torna sua reutilização mais barata. Precisamos deixar claro que este ainda é um plano, que depois de aprovado, vai precisar do esforço de todos, inclusive dos prefeitos”, afirmou Arantes.

O PEF é composto por um portfólio de projetos priorizados para a implantação e operação de uma nova estrutura ferroviária em Minas Gerais. Como ponto de partida, está sendo construído um diagnóstico do atual sistema ferroviário mineiro, de forma a serem definidas estratégias, e elaborado um plano de investimentos que atenda à demanda do setor e da população mineira.

O plano ferroviário está sendo discutido na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e sua implantação prevê fases distintas que irão de 2025 a 2035. Os recursos para sua implantação viriam da mineradora Vale, como compensação ao Estado pelos danos ambientais causados com o rompimento das barragens, e do governo Federal, por meio do Ministério dos Transportes.

O gerente técnico da ANTF, Heider Gomes, apresentou o escopo técnico do trabalho. “Vamos ter um prognóstico até 2035, incluindo a integração do modal ferroviário com outros modos de transporte, com estratégias para aumentar a participação da matriz ferroviária. Estamos muito orgulhosos de participar do projeto”, afirmou.

Até o momento, foram elencadas 60 propostas, agrupadas por áreas temáticas, sendo 23 de transporte ferroviário regional de passageiros, 15 de transporte de cargas, 11 de transporte turístico, 7 contornos e trechos urbanos e 4 plataformas logísticas.

Outros trechos
Em março, o Sul de Minas, onde o turismo deverá crescer com a implantação, já era plano para receber 10 projetos da iniciativa.
As propostas foram apresentadas no auditório do DER-MG, em Belo Horizonte, em fevereiro, para cerca de 180 convidados, entre representantes da sociedade civil, do Poder Legislativo e de entidades ligadas ao setor. Confira:

Ferrovia para transporte de cargas:
Reativação da ferrovia entre Itaú de Minas, São Sebastião do Paraíso e Ribeirão Preto (SP) – 7º no ranking

Transporte regional de passageiros
Linha Divinópolis/Lavras – 1º no ranking
Linha Lavras/Três Corações/Varginha – 1º no ranking
Linha Varginha/Três Corações/Soledade Cruzeiro (SP) – 4º no ranking
Linha Poços de Caldas/Aguaí/Campinas (SP) – 7º no ranking

Trens turísticos de passageiros
Linha São Sebastião do Rio Verde a Passa Quatro – 1º no ranking
Linha Jacutinga (entre bairros Sapucaí e Mons. Dutra) – 4º no ranking
Linha Perdões a Lavras e Carrancas – 5º no ranking
Linha Poços de Caldas a Águas da Prata (SP) – 6º no ranking

Terminais multimodais de cargas
Integração do Porto Seco do Sul de Minas, em Varginha, ao ramal Varginha/Três Corações da FCA – 1º no ranking

Compartilhar no Facebook

Varginha entra no pico da pandemia de Covid-19 nesta quarta-feira (15), diz secretário de saúde : 14/07/2020 17:56

A Prefeitura de Varginha realiza nessa quarta-feira (15), o Dia “D” de combate ao coronavírus. A data acompanha o momento da macrorregião Sul e do estado de Minas Gerais que tem curva ascendente na pandemia. De acordo com o secretário municipal de Saúde, o dr. Luiz Carlos Coelho, é importante as pessoas entenderem a realidade local e não relaxar ao levar em conta outras situações como em Manaus (AM) que agora já está achatando a curva.

O pico deve durar de duas a três semanas. Nesse período a população de Varginha deve puxar para si a responsabilidade de medidas simples para fazer com que a curva da pandemia não suba ainda mais. Portanto, as pessoas têm que usar máscara tampando nariz e boca, lavar as mãos muito bem com água e sabão, manter o distanciamento de 2 metros e fazer o isolamento social para que a cidade tenha êxito e não caminhe a partir de agora para um colapso nesse momento desconfortável.

“Entendo que as pessoas estão entediadas, mas infelizmente nosso momento é esse; vai passar; mas, se todos não adotarem essas medidas básicas poderemos sofrer por mais tempo”, enfatiza o secretário de Saúde.

Ele declara que Varginha é uma cidade formadora de opinião, tem um índice de escolaridade que chama atenção e por isso, é muito desconfortável receber informações de gente caminhando sem máscara no alto da Vila Paiva, bailes funk, quintais de casa que se transformam em reunião de família, esportes coletivos clandestinos, encontros para assistir lives, entre tantas outras situações. “As pessoas tentam dar aquele jeitinho brasileiro, mas ficamos envergonhados, pois isso é crime sanitário; a Secretaria de Saúde tem trabalhado arduamente para salvar vidas e muitas pessoas estão banalizando esse momento”, reflete Dr. Luiz Carlos.

Hospitais
O Hospital de Campanha de Varginha ainda não teve nenhuma internação. Na madrugada dessa terça-feira (14), houve autorização para uma mulher de São Gonçalo do Sapucaí, mas infelizmente a vítima evoluiu para óbito.

“Esses leitos não são exclusivos de Varginha e sim do SUS, de Minas Gerais e de outras localidades. Por isso, a população varginhense não pode ficar em uma zona de conforto por isso a necessidade da responsabilidade quanto à prevenção”, enfatiza o Secretário.

Além do Hospital de Campanha, o município conta também com os Hospitais Regional e Humanitas. Já o Hospital Bom Pastor foi retirado do plano do enfrentamento devido à complexidade do atendimento da oncologia e a nefrologia.

Dia D
No Dia D, Varginha vai realizar diversas ações para sensibilizar as pessoas quanto à prevenção da Covid-19, tais como, o retorno das barreiras de monitoramento e educativas, cuja presença física lembra a população e quem está entrando no município que vai ter que seguir regras de prevenção. Será divulgada uma cartilha com informações para os trabalhadores domésticos e toda a rede pública municipal estará envolvida em ações educativas para sensibilizar a população quanto à consciência que esse momento requer.

Vigilância Sanitária
A Vigilância Sanitária, junto a Guarda Municipal, vai intensificar as ações nos ônibus do Transporte Coletivo. E, junto ao setor de posturas, vai intensificar as ações em bancos, casas lotéricas, lojas de departamento, lojas de vestuário, papelarias, lojas de informática, etc.

Às 15h30 farão uma Live, cujo público-alvo serão os profissionais de Medicina do Trabalho com o intuito de reforçar as orientações técnicas para elaboração e implementação dos Planos de Contingência das empresas, bem como os fluxos de notificação e afastamento.

Barreiras sanitárias
O Dia “D” marcará o retorno das Barreiras de Monitoramento e educativas na cidade, com o objetivo de levar de maneira física à população a importância de não relaxar e ao mesmo tempo de acolher aquelas que chegarem na cidade, realizando o levantamento de origem e destino, o objetivo de estarem na cidade, produzir dados para tele monitoramento e ao mesmo tempo orientá-las das regras estabelecidas pela administração municipal com relação ao comportamento de não risco. Será ainda uma oportunidade de divulgar o fluxo e locais de atendimento para síndromes gripais e sintomáticos da Covid, que estão nos quatro quadrantes e na UPA Varginha.

“Além de todas essas ações, nas próximas semanas os profissionais da Saúde e os servidores da atenção primária e secundária poderão ter acesso a novos treinamentos e capacitação acerca das medidas do enfrentamento da Covid”, explicou o secretário de Saúde.

As barreiras de monitoramento permanecerão de quarta a domingo (15 a 19/07), nas avenidas Princesa do Sul, Castelo Branco e Almirante Barroso.

Compartilhar no Facebook

Colégio Catanduvas encerra as atividades em Varginha : 10/07/2020 18:54

O tradicional Colégio Catanduvas encerra suas atividades em Varginha. A decisão foi comunicada aos pais durante uma reunião online na manhã desta sexta-feira (10). O colégio que já vinha com sérios problemas financeiros, teve a situação agravada com a paralisação causada pela pandemia do coronavírus.

Em um comunicado publicado no início da tarde em sua página do Facebook, a Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC), mantenedora do colégio, disse que a decisão foi tomada depois de uma análise minuciosa de fatores internos e externos que avaliaram o impacto causado pela pandemia de Covid-19. Além da pandemia, a CNEC destacou ainda o aumento expressivo da inadimplência e da transferência de alunos para outras escolas, inviabilizando a manutenção do colégio.

De acordo com o comunicado, a instituição se coloca à disposição dos pais para auxiliar na realocação e adaptação dos estudantes em outras instituições da cidade.

Veja o comunicado na íntegra

A Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC) comunica que, apesar de todos os esforços empenhados, as atividades do Colégio Cenecista Catanduvas foram encerradas.

A decisão foi tomada depois da realização de uma análise minuciosa de fatores internos e externos que avaliaram o impacto causado pela pandemia de Covid-19, sobretudo, no mercado educacional privado. Tal avaliação demonstrou ser inviável a manutenção do bom atendimento da comunidade local, com a qualidade e eficiência características da marca.

Nesse contexto, a preservação desses princípios na referida região foi prejudicada em função do aumento expressivo no índice de inadimplentes e também no número de cancelamentos ou de transferências de matrículas recebido.

Consciente da repercussão que esta decisão pode causar em nossos estudantes, pais e responsáveis, a CNEC se coloca à disposição para auxiliar na realocação e adaptação dos estudantes em outras instituições do município, para que o aprendizado deste ano possa se manter contínuo e eficaz.

Por fim, a CNEC agradece por toda confiança depositada ao longo dos anos de atuação na comunidade e solicita a compreensão de todos para as definições que se fazem necessárias neste momento.

Compartilhar no Facebook

Aeronave da FAB analisa instrumentos do Aeroporto de Varginha : 10/07/2020 18:46

Uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) sobrevoou Varginha na manhã dessa sexta-feira (10) para analisar se os instrumentos do Aeroporto Major Brigadeiro Trompowsky, estão em perfeitas condições para pouso e decolagem. A última análise foi realizada no ano de 2017. Trata-se da calibração do RNAV (navegação por área) visando a melhoria para pouso por instrumento (por GPS).

De acordo com a Prefeitura de Varginha, em junho uma aeronave também da FAB esteve no município para fazer calibração do gerador NDB, que libera a decolagem da aeronave. O prefeito Vérdi afirma que mesmo na pandemia e com a suspensão dos voos regulares, o aeroporto do município recebe aeronaves particulares.

“Só nessa manhã, tinha três aeronaves particulares em movimentação no Aeroporto de Varginha e nossa administração está empenhada para que o município possa oferecer estrutura para o desenvolvimento não só local, mas também regional lembrando que recentemente conquistamos uma estação meteorológica e no mês de junho a autorização para pousos e decolagens de aeronaves maiores tanto de passageiros como de cargas”.

Compartilhar no Facebook

Alunos da zona rural de Varginha recebem material e conteúdo pedagógico : 09/07/2020 17:49

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, disponibilizou nessa quarta-feira (8), os materiais e conteúdos pedagógicos para serem desenvolvidos pelos estudantes do Campo, neste período de distanciamento social, devido à pandemia da Covid.

Os materiais foram entregues pela equipe da SEDUC e recebidos com entusiasmo pelas diretoras das escolas do campo. A aceitação também foi muito positiva por parte dos pais e responsáveis.

A ação pretende dar continuidade aos estudos residenciais e fazer com que os estudantes da zona rural se mantenham motivados a estudar durante este período, garantindo a manutenção de uma rotina de aprendizagem, assim como reforçar o vínculo escola/família.

Compartilhar no Facebook

Alunos da escola do Legislativo da Câmara da Varginha têm aulas online : 09/07/2020 17:47

Em tempos de pandemia a ordem é inovar. É o que tem feito a Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Varginha que teve que encontrar novas maneiras para realizar suas atividades mesmo com o impedimento da realização de encontros presenciais.

Um exemplo foi a realização da palestra sobre Legislação Eleitoral, ocorrida no início de junho e transmitida ao vivo pelo Facebook e Youtube da Câmara e que foi um sucesso, com o alcance de mais de 1,1 mil visualizações nessas plataformas digitais.

“Ficamos muito satisfeitos com a participação popular, de pré-candidatos e da comunidade como um todo, fazendo questionamentos e comentários nesta palestra. Isso demonstra que mesmo sem atividades presenciais a Escola do Legislativo tem conseguido alcançar o público e cumprir sua função de educação política e cidadã”, disse a presidente da Câmara Zilda Silva.

Agora é a vez dos alunos do Parlamento Jovem participarem das atividades de maneira remota. Por meio da plataforma Meet, do Google, estão sendo realizadas as oficinas do projeto, que é realizado em parceria com a Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Já foram realizadas duas oficinas, que neste ano abordam o tema: Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

“As ações de isolamento social impostas pelo novo coronavírus tiveram início logo que iríamos começar nossas atividades do Parlamento Jovem, o que impossibilitou e atrasou toda nossa programação, mas agora estamos com nossos encontros semanais feitos de maneira online e tem dado muito certo. Os participantes tem demonstrado muito interesse e acreditamos que a distância é apenas um detalhe quando temos jovens interessados em ser agentes de transformação”, disse o diretor da Escola do Legislativo da Câmara de Varginha, Gleison Marques.

Os encontros são realizados todas as terças-feiras, às 19h. Já foram realizadas duas oficinas que contaram com as participações do ambientalista Ronipeterson Landim Costa e com a bióloga e educadora ambiental Jaara Cardoso. A turma conta com 17 adolescentes inscritos. Os alunos têm idades que variam dos 15 aos 18 anos. Todo o processo de discussão também é feito pela rede social através de um aplicativo de mensagens que é utilizado por todos os alunos.

Compartilhar no Facebook

Vereador cobra reformas em pontes da Vargem e Santa Maria; questionamento à Copasa pelo aumento na conta de água : 09/07/2020 17:42

No início do ano, uma forte chuva que atingiu Varginha causou estragos e deixou pontos de alagamentos na cidade, sendo os bairros Santa Maria e Vargem os mais castigados. O Ribeirão Santana transbordou e causou cenas de destruição às margens da avenida que liga os bairros e é cortada pelo córrego, além de pontes que ficaram destruídas.

Após as chuvas, no início de março, a Prefeitura realizou a limpeza do Ribeirão Santana. Com alto índice de lixo e mato, o local é alvo constante de reclamações de moradores, pois o ribeirão não comporta as águas das chuvas e acaba transbordando, encobrindo pontos e atingindo casas. Entretanto, mesmo após as limpezas, as estruturas das pontes atingidas pelas águas das enchentes ficaram comprometidas.

Após cobranças dos moradores do local, o vereador Delegado Celso Ávila apresentou requerimento na Câmara Municipal, nesta quarta-feira (8), solicitando informações à Prefeitura, através da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos e do Departamento Municipal de Trânsito, a respeito das obras de ampliação e revitalização das duas pontes localizadas na Rua Abraão Cainelli, na Vargem.

“Estivemos no local para detectar as necessidades daquela região e deparamos lá com duas pontes que foram atingidas pelas enchentes na rua Abraão Cainelli e também um grande fluxo de veículos tanto Centro sentido Vargem, quanto zona rural sentido Centro. As vias são mão dupla, as pontes estreitas, inclusive uma delas comprometida pelas enchentes. Então nós fizemos um requerimento dirigido ao prefeito, solicitando um levantamento técnico”, informou o vereador.

O vereador questionou ainda se é possível adotar modificações viárias, após análise técnica, sobre ruas nas adjacências das pontes.

“Estamos indagando ao prefeito se há no cronograma do Executivo alguma programação para realização dessas obras de recuperação e ampliação da largura das pontes, inclusive a previsão do início das obras, qual valor do investimento, se o Executivo tem ciência da precariedade da infraestrutura no local, com grande riscos de acidentes, qual foi o resultado do levantamento da engenharia feito quando dá enchente e indagando ao Demutran se é possível fazer uma análise técnica dos sentidos das ruas Domingos Dominguito, Antônio Bregalda, Antônio Benevides de Oliveira e Abraão Cainelli”.

Delegado Celso solicita sentido único na Rua Domingos Dominguito para a Rua Antonio Bregalda; Rua Antonio Benevides de Oliveira e Rua Abrão Caineli até a Rua Domingos Dominguitto, continua sentido único.

“É fundamental que haja a sinalização viária e um melhor fluxo de veículos naquela localidade. Temos notícias de vários acidentes, colisão de veículos, atropelamento de pedestres. Então é uma obra que necessita urgentemente de ser reparada”, completou.

Aumento na conta de água

O vereador questionou ainda a Copasa, sobre o aumento da taxa de esgoto à moradores, após receber diversas reclamações de usuários.

“Nós formalizamos um requerimento, após estudar as contas de água, questionamento a Copasa: este aumento foi com base em qual portaria, contrato ou legislação? Esse reajuste foi passado ao consumidor a partir de que mês? Quanto esse reajuste representa em termos de arrecadação financeira para a Copasa? Qual foi o montante em valores arrecadados mês a mês com esse aumento? Quais os projetos e valores de 2017 a 2020 que a Copasa investiu em infraestrutura em relação as estações de tratamento de água e quais são as prospecções de investimentos futuros neste setor? É fundamental que o usuário tenha acesso a essas informações para justificar a alta taxa cobrada pela concessionária de água em nossa cidade”, questionou Celso.

Compartilhar no Facebook

Varginha realiza parceria com Universidade Federal de Lavras e terá plataforma online de atendimento médico gratuito : 09/07/2020 17:33

A Prefeitura de Varginha, por meio da Secretaria Municipal de Saúde realizou uma parceria com a Universidade Federal de Lavras (UFLA), onde passou a integrar o programa “Mais Saúde em Casa.” Trata-se de uma plataforma online gratuita criada pela universidade visando o atendimento remoto e esclarecimento de dúvidas sobre o coronavírus.

As pessoas podem solicitar atendimento por videochamada através do celular ou computador. O horário de funcionamento do programa será das 7h às 19h, todos os dias da semana. Médicos acadêmicos da UFLA realizarão os atendimentos. Vale ressaltar que todos os profissionais da saúde empenhados na atividade serão supervisionados por preceptores médicos.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as orientações são de qualidade e segurança. Todos os profissionais designados ao atendimento estão alinhados com tudo o que há de atual envolvendo à pandemia de Covid-19. Assim, a população conta com mais um canal de atendimento gratuito no enfrentamento ao coronavírus. Além de Varginha, também firmaram parceria com a UFLA, os municípios de Campanha, Campo Belo, Cana Verde, Ingaí, Itumirim, Itutinga, Lavras, Perdões e Santo Antônio do Amparo.

Compartilhar no Facebook

Índice da cesta básica em Varginha apresenta queda pelo segundo mês consecutivo : 08/07/2020 17:11

O Índice da Cesta Básica em Varginha (ICB-UNIS) apresentou queda de -5,17% entre os meses de junho e julho. A considerável queda nos preços dos produtos hortifrutigranjeiros foi decisiva para este resultado do índice.

A pesquisa é realizada através da coleta dos preços de 13 produtos que compõem a cesta básica nacional de alimentos nos principais supermercados da cidade. Em 12 meses, de julho de 2019 a julho de 2020, a cesta básica em Varginha apresentou um aumento de 3,37%. No entanto, no acumulado de 2020 há uma deflação de -3,11%.

“A pesquisa demonstra que neste mês de julho o valor médio da cesta básica nacional de alimentos para o sustento de uma pessoa adulta na cidade de Varginha é de R$395,53, correspondendo a 41,14% do salário mínimo líquido. Dessa forma, o trabalhador que recebe um salário mínimo mensal precisa trabalhar 83 horas e 16 minutos por mês para adquirir essa cesta”, explicou o Prof. Dr. Pedro dos Santos Portugal Júnior, responsável pela pesquisa.

Entre os meses de junho e julho de 2020, dos 13 produtos componentes da cesta básica pesquisada em Varginha, seis tiveram alta dos preços médios: pão francês, leite integral, óleo de soja, carne bovina, manteiga e açúcar refinado. Sete produtos tiveram queda em seus preços médios, com destaque para os hortifrutigranjeiros: batata, tomate, banana, feijão carioquinha, arroz, farinha de trigo e café em pó.

“Mais uma vez ficaram evidenciadas as influências tanto da oferta como da demanda na dinâmica dos preços em Varginha, a maioria dos produtos seguem o comportamento já esperado para os mesmos neste período”, concluiu o Prof. Pedro.

Compartilhar no Facebook

Morre aos 90 anos Padre Miguel Moreno : 08/07/2020 17:03

Morreu aos 90 anos na manhã desta quarta-feira (08) na cidade de Taubaté-SP, Pe. Miguel Moreno, padre por mais de 30 anos em Varginha. Ele estava morando desde fevereiro deste ano no Convento Sagrado Coração de Jesus, na cidade Taubaté, onde será sepultado.

Pe. Miguel que foi ordenado em 18/12/1957, completaria 91 anos no próximo dia 20 de julho.

A Paróquia do Divino Espírito Santo lamento a morte do pároco.

"Com muito pesar a Província BSP dos Padres do Sagrado Coração de Jesus e a Paróquia do Divino Espírito Santo, comunica o falecimento do saudoso Pe. Miguel Moreno, scj. Rezemos pelo descanso da sua alma e conforto de todos confrades.

Dai-lhe Senhor o descanso eterno e brilhe para ele vossa Luz."

Compartilhar no Facebook

Alunos de Letras do Unis criam minicurso de redação para auxiliar estudantes da rede pública no Enem : 07/07/2020 17:10

A cada módulo dos cursos a distância do Grupo Unis, os alunos são desafiados a desenvolverem uma atividade interdisciplinar, que reúne todos os conteúdos absorvidos pelos universitários em cada período, possibilitando uma maior compreensão teórica e prática da atuação profissional por parte dos estudantes.

Na mais recente atividade interdisciplinar realizada pelos universitários de EaD, o Colegiado do Curso de Letras pensou em criar um atividade que contribuísse tanto para o desenvolvimento das habilidades e competências requeridas a um estudante de Letras quanto para a comunidade.

“Idealizou-se a criação de um Minicurso de Redação (com foco no Enem) para alunos de uma escola pública da cidade de Varginha. Uma das relevâncias do projeto é auxiliar os estudantes que tiveram as aulas interrompidas por um período em função do isolamento social”, explicou a Coordenadora do curso de Letras do Unis, Profa. Dra. Carina Adriele Duarte de Melo.

A Escola Estadual Brasil, de Varginha, foi escolhida para participar do projeto e receber os conteúdos desenvolvidos pelos alunos de Letras. Os universitários foram divididos em três grupos, nomeados pela Coordenação do curso a partir de nomes de mulheres fortes da literatura nacional: o grupo Capitu foi responsável por elaborar questões objetivas sobre elementos que compõem a estrutura de uma redação, de acordo com os critérios avaliados pelo Enem; o grupo Aurélia teve o papel de gravar pequenas aulas sobre os elementos estruturais e narrativos avaliados no Exame; e o grupo Diadorim realizou a correção das redações desenvolvidas pelos estudantes do Ensino Médio.

“Nesse tempo de isolamento, eu e outros colegas do curso de letras conseguimos instruir alunos da rede pública em relação à redação do Enem. A dinâmica da atividade interdisciplinar desse módulo consistiu em separar os alunos do curso superior de Letras em diferentes funções para auxiliar os alunos que farão o exame. Acredito que tenha sido uma experiência enriquecedora tanto para nós, futuros professores, quanto para os alunos que receberam essa monitoria, desde a parte teórica da redação até o exercício prático da escrita do gênero requisitado pelo Enem”, ressaltou o aluno de Letras, Igor Becati.

Para o desenvolvimento do projeto os estudantes da Escola Brasil primeiro realizaram uma redação de diagnóstico, com o objetivo de possibilitar uma verificação da escrita dos alunos, por parte dos universitários de Letras. Após essa etapa os estudantes resolveram as 29 questões objetivas e assistiram às 27 videoaulas gravadas pelos universitários, reunindo todo o conteúdo necessários para que os estudantes desenvolvessem, na terceira etapa do projeto, uma redação modelo, de acordo com os critérios do Enem, contando com posterior correção, apontamentos e melhorias destacadas pelos universitários.

“Para eleger a escola, contamos com o apoio do Prof. Alex Donizeti – docente no Unis e também na Escola Estadual Brasil. Sua colaboração foi imprescindível para construirmos a ponte entre o curso de Letras e os alunos da Educação Básica. Tem sido uma experiência muito gratificante ampliar diálogos entre o Ensino Superior e a Comunidade”, concluiu a Profa. Carina.

Compartilhar no Facebook

Varginha já possui cinco pré-candidatos à Prefeitura Municipal : 07/07/2020 17:05

Após reunião entre o prefeito Vérdi Lúcio Melo (Avante) e o Partido Progressista, a chapa Verdi Melo e Leonardo Ciacci foi a quinta confirmada para disputar as eleições municipais 2020, em Varginha.

O atual vereador comunicou a decisão nesta terça-feira (7), afirmando ter aceitado o convite para se juntar ao atual prefeito, que tentará permanecer a frente do Executivo. Vérdi assumiu a prefeitura após a renúncia de Antônio Silva, no dia 6 de abril, após imbróglio com empresários sobre o fechamento do comércio na cidade.

“Eu e Vérdi temos caminhado juntos pelo progresso de Varginha já há alguns anos. Fomos colegas no Legislativo varginhense e o considero um homem honrado, combativo e, acima de tudo, atento às demandas da população. Agora, unimos forças para trabalharmos por Varginha, com o objetivo de construir uma cidade ainda melhor de se viver, pois acredito que as demandas nunca terminam, sempre há o que se fazer para progredir”, disse Ciacci.

“Neste momento em que passamos, de grandes dificuldades e incertezas no mundo todo, acredito que a união de esforços seja a melhor opção para todos. O povo não merece disputas por ego e pretensões pelo poder em um momento em que tudo já tem sido tão sofrido e angustiante. A população merece que os verdadeiros líderes tomem decisões lúcidas e despidas de vaidades, pensando no bem comum”, completou.

Vérdi foi vereador por três mandatos, e foi presidente da Câmara por duas vezes. Foi vice-prefeito na Chapa encabeçada por Antonio Silva duas vezes, e com sua renúncia, assumiu a prefeitura.

Leonardo Ciacci, já está no quarto mandato no legislativo, sendo presidente da Câmara por três vezes. Nas últimas eleições municipais, foi o segundo vereador mais votado do município.

Primeiros pré-candidatos
O PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) de Varginha foi o primeiro a definir um pré-candidato a prefeito da cidade. Anderson Martins, empresário e presidente da Associação Comercial e Industrial (ACIV), poderá disputar um cargo político pela primeira vez. O partido defende chapa puro sangue, mas não descarta compor com outras legendas.

O ex-vereador Rogério Bueno se filiou ao PSB, após deixar o PT, e também lançou sua pré-candidatura, tendo como possível vice, o médico Armando Fortunato.

O PCdoB foi o terceiro partido a lançar um pré-candidato à Prefeitura de Varginha, o jornalista Jonas Loureiro, que atualmente trabalha na TV Princesa e se filiou ao partido recentemente.

O PSL (Partido Social Liberal) confirmou o vereador e ex-presidente da Câmara, Zacarias Piva, como pré-candidato à prefeitura de Varginha. Segundo o partido, cerca de 130 vereadores vão apoiar a candidatura do vereador. Segundo o ele, “temos bons nomes (para vice), posso citar o Ademir da TV (Alterosa), Dr. Vismário, Dr. Adrian Nogueira Bueno, Cláudio Abreu, temos vários nomes fortes. Mas a decisão não é minha, vai depender da aceitação popular”.

Compartilhar no Facebook

Azul não retomará voos em Varginha por pelo menos 1 ano : 06/07/2020 17:15

Em meio à crise no setor aéreo, a Azul Linhas Aéreas fechou mais quatro bases operacionais, entre elas, Varginha. As operações também foram encerradas no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro e em São José dos Campos.

A informação é do site especializado em aviação, Aeroin. De acordo com o site estes aeroportos não serão mais servidos pela Azul em menos de 12 meses, e foram consideradas “bases fechadas” pela companhia, sem perspectiva oficial de volta dos voos.

Desde do início da pandemia em março, a empresa já não operava na cidade. Em junho, o Prefeito de Varginha, Vérdi Lúcio Melo disse em entrevista que a Azul tinha planos de ter voos entre Varginha e São Paulo.

A empresa iniciou um plano de demissão de funcionários na última quinta-feira. Os cortes, segundo o Sindicato Nacional dos Aeroviários, que representa quem trabalha nos serviços de terra das companhias aéreas, teriam chegado a 500 pessoas no país, mas as demissões devem crescer. A empresa tem 14 mil colaboradores, ao todo.

Em mensagem aos funcionários, o CEO e Presidente da Azul Linhas Aéreas, John Rodgerson, falou sobre a triste semana que a aérea passou, com demissões e fechamento de bases.

“Infelizmente tivemos que tirar muito de nossos colegas, muitos membros da nossa família, que irão nos deixar por um tempo, eu quero que vocês saibam que isso foi necessário, temos que fazer tudo que for necessário para salvar a nossa empresa nestes momentos difíceis. Não podíamos continuar carregando o salário deste pessoal, já que não vamos ter trabalho para eles por mais de um ano”, afirmou John.

Compartilhar no Facebook

OAB Varginha disponibiliza sala para realização de audiência por videoconferência : 06/07/2020 17:10

A Sede da OAB Varginha passa a contar com sala para realização de audiência por videoconferência, composta por notebook, com webcam integrada, e TV led de 43".⠀⠀⠀⠀⠀

Visando a prevenção de contágio pelo COVID-19, o espaço estará disponível para utilização após verificada impossibilidade técnica de realização do ato no escritório/residência pelo Núcleo de Inclusão Digital.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Regras:

a) agendamento com antecedência mínima de 48h, e mediante disponibilidade, pelo telefone (35) 3222-9454 / (35) 3222-9574 ou Whatsapp (35) 9 9721-7193;
b) envio prévio da intimação por e-mail (oabvarginha@oabvarginha.org.br) com link da audiência;
c) permitido acesso de apenas um advogado e um cliente (partes preferencialmente serão ouvidas no próprio Fórum, testemunhas não serão permitidas);
d) manutenção de distanciamento social de 2 metros;
e) obrigatório utilização de máscara inclusive durante todo o período da audiência;
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Caso a audiência seja cancelada, solicitamos seja desmarcado com antecedência para que outros colegas não sejam prejudicados. Não serão abertas exceções.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Será disponibilizado álcool gel e realizada higienização dos espaços com álcool 70% antes e após cada utilização.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Contamos com a colaboração de todos para garantir a saúde dos que precisam utilizar estes serviços, bem como de nossos colaboradores.

Compartilhar no Facebook

Paróquias de Varginha retomarão missas presenciais a partir de 1º de agosto : 03/07/2020 17:41

As paróquias de Varginha estão trabalhando para que as missas presenciais retornem em 1º de agosto. A decisão de retomada aconteceu após a Diocese da Campanha anunciar volta de atividades, a partir do próximo mês.

O retorno, porém, deverá acontecer de acordo com as orientações de cada município, dados por decretos municipais.

Paróquia do Rosário

A Paróquia de Nossa Senhora do Rosário seguirá o protocolo de reabertura, com todas as situações que serão organizadas dentro das celebrações da comunidade. “Chamamos a atenção para importância de seguir este protocolo e, obviamente, seguir todas as instruções”, informou o pároco.

“De acordo com as orientações da nossa diocese, entre uma celebração e outra, deveremos ter um espaço de duas horas, pois após a celebração, haverá uma equipe que irá higienizar o local. Os bancos e pisos serão limpos, então assim a igreja ficará preparada para receber os fiéis que virão para a próxima celebração”, informou o padre.

O acesso às celebrações está condicionado ao serviço de cada secretaria municipal. Em Varginha, um decreto ativo autoriza a igreja acolher 30% da capacidade do local.

Sendo assim, a paróquia informou que acolherá 130 fiéis por celebração. Os fiéis deverão realizar inscrição no escritório paroquial e receberão uma senha, que deve ser apresentada na entrada da igreja à equipe de acolhida. O distanciamento de 2 metros deverá ser mantido. Se forem da mesma família, poderão sentar três pessoas no mesmo banco. Haverá um agente de pastoral, próximo à porta de entrada, orientando os fiéis para que entrem de máscara e higienize as mãos.

Liturgia

Quanto ao fiel que participa da equipe de liturgia, antes de proclamar a leitura, deve higienizar as mãos e não deve tocar no livro e ambão (estante onde fica o livro). “Se necessário, se alguma leitura tiver que tocar no livro para tocar na folha, a pessoa, depois que proclamar a leitura, mesmo que não toque no livro, deve higienizar as mãos antes de retornar ao local”, avisou.

Ofertas

Como costume e tradição, as ofertas dos fiéis são recolhidas no meio da celebração, durante o ofertório. No entanto, segundo a paróquia, neste período, as ofertas serão recolhidas ao final da celebração, quando o fiel estiver deixando a igreja.

Comunhão

O fiel deverá permanecer em seu local para receber a comunhão, na frente do ministro, em pé e com máscara. O ministro, após fazer a higienização de suas mãos, deve ir até o fiel, que deve receber a comunhão com a mão estendida, direita por cima da esquerda, para que possa tomar a comunhão. Assim que o ministro entregar o ‘Corpo de Cristo’, o fiel retira a máscara e comunga na frente do próprio ministro.

Sair da igreja

Ao final da celebração, começando do último banco, os fiéis deixarão a igreja com calma e evitando aglomerações, com cautela e ajuda dos agentes de pastoral.

Paróquia Frei Galvão
Na paróquia do Frei Galvão, 70 fiéis participarão das missas presenciais. Também haverá agendamento, uso de máscaras e álcool em gel, higienização dos pés do tapete sanitizante que está na entrada da igreja, banheiros e bebedouros interditados, distanciamento de 2 metros, locais indicados para sentar, comunhão nas mãos e coleta no final da celebração.

Outras paróquias
Segundo a paróquia Cristo Luz dos Povos, está proposto que as celebrações retornem, mas dependerá do número de casos de Coronavírus em Varginha na data de início.

As Paróquias Divino Espírito Santo, Sant’Ana, Imaculada Conceição e São José também retornarão as atividades e prepararão um informativo de como deverão proceder as celebrações.

As Paróquias do Mártir e de Fátima informaram que nenhuma decisão ainda foi tomada pelos párocos.

As paróquias não informaram quantos fiéis serão comportados nas igrejas, de acordo com o decreto ativo da prefeitura.

Compartilhar no Facebook

Vereador pede conservação de estrada rural em Varginha : 03/07/2020 17:35

A conservação da estrada rural que leva às Fazenda da Mata, Serra, São José e demais localidades rurais do município de Varginha foi assunto de uma indicação encaminhada ao executivo pelo vereador Dr. Fernando Guedes.

A justificativa do pedido é para atender várias reclamações de moradores que daquela região.

“Há um tempo considerável, não é feita a manutenção dessas vias, que se encontram praticamente intransitáveis e com várias erosões, principalmente em dias de chuva, tornando quase impossível o tráfego de veículos, devido às más condições”, explicou Dr. Guedes.

O vereador reforçou que as melhorias indicadas são necessárias e de grande importância, pois vão proporcionar aos moradores e aos produtores rurais da região uma estrada conservada, segura e de fácil circulação.

A Prefeitura através da Secretaria de Agricultura, informou que “a estrada que leva a Fazenda da Mata já foi realizada nos dias 19 e 20 de junho e agora estamos partindo para outras estradas”.

Compartilhar no Facebook

Zacarias Piva lança pré-candidatura à Prefeitura de Varginha : 03/07/2020 17:31

O presidente do PSL de Minas Gerais, deputado federal Charles Evangelista, realizou nesta terça-feira (30), o lançamento da pré-candidatura do atual vereador Zacarias Piva à prefeitura de Varginha. Cabos eleitorais e representantes de partidos estiveram presentes no espaço da Império da Serrinha, no bairro Santana.

Durante a reunião, Charles Evangelista ressaltou que a candidatura de Piva a prefeito será prioridade dentro do PSL no interior de Minas Gerais. Durante a apresentação, foram apresentadas lideranças políticas dos partidos que vão apoiar a pré-candidatura do Zacarias Piva pelo PSL: PATRIOTA, Democratas, PTC, PL e Republicanos.

Piva está no seu segundo mandato como vereador em Varginha. Ele ressaltou que sua candidatura vem com o apoio de um grupo focado na reestruturação da cidade.

Durante a reunião, foi apresentado o plano de governança para a cidade. Cerca de 130 vereadores vão apoiar a candidatura do vereador.

Compartilhar no Facebook

UAI retoma provas de legislação para CNH : 02/07/2020 17:25

A Polícia Civil de Minas Gerais retomou nesta quarta-feira (1º), em parceria com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, os exames de legislação de trânsito para candidatos à Carteira Nacional de Habilitação nas Unidades de Atendimento Integrado. A volta foi planejada, observando os protocolos de Saúde voltados ao contingenciamento da Covid-19.

De acordo com a chefe da Divisão de Habilitação do Detran-MG, Flávia Pontes, a medida visa atender aos candidatos que buscam concluir o processo para obtenção de CNH, mas exige cautela. “O retorno observará os protocolos para conter a disseminação da doença e o total de marcações para os testes será reduzido”, explica.

O superintendente da Central de Canais de Atendimento da Secretaria, Reginaldo Carvalho, observa que a iniciativa significa mais uma ampliação do atendimento às demandas da população. “Neste momento de pandemia, a retomada é um avanço na entrega dos serviços essenciais para os cidadãos mineiros, de forma segura e organizada“, afirma.

Para realizar as provas de legislação, o candidato deve ter concluído o curso técnico-teórico em um Centro de Formação de Condutores (CFC) credenciado ao Detran-MG, e agendar a data do exame.

No dia indicado, o candidato deve comparecer à UAI somente no horário marcado, utilizando máscara. Para fazer a prova, ele precisa apresentar documento de identificação e comprovante de pagamento do Documento de Arrecadação Estadual (DAE).

Retorno das atividades

A UAI havia retomado suas atividades no dia 11 de maio após paralisação em virtude da pandemia. No entanto, a volta foi com serviços e horário reduzidos, apenas para emissão e entrega de identidades, CNH e CRLV.

Já no dia 13 de maio, a unidade passou a trabalhar em horário normal, contudo os serviços continuaram reduzidos. Vale ressaltar que, em virtude de Decretos, a UAI estava funcionando das 12h às 17h.

Por fim, no dia 26 de maio a unidade retornou com o serviço de Seguro Desemprego. É importante salientar que, todos essas atividades precisam ser agendadas previamente pelo site www.mg.gov.br.

Compartilhar no Facebook

Prefeito se reúne com donos de bares e restaurantes que foram notificados durante fiscalização : 02/07/2020 17:15

O Prefeito Vérdi Melo se reuniu nesta quarta-feira (1º) com um grupo de empresários do ramo de bares e restaurantes que foram notificados durante fiscalização pelo não cumprimento das determinações dos Decretos Municipais referentes ao combate ao Covid-19.

“Decidimos reunir com estes empresários para esclarecer algumas dúvidas relacionadas a atividade durante o período da pandemia da Covid e também para pedir que atuem como nossos parceiros neste momento delicado que atravessamos. Sabemos das dificuldades que todos passam, o que mais desejamos e que os comércios se restabeleçam, porém, neste momento é necessários que sigam as orientações da Vigilância Sanitária e o exposto nos Decretos, para que não tenhamos que regredir neste processo”, explicou o prefeito Vérdi.

Durante a reunião os empresários tiveram a oportunidade de se expressarem, e ao final foi acertado que aqueles que necessitarem de mais informações poderão procurar pela Vigilância Sanitária.

“É importante que todos entendam que estamos em um momento delicado, vivenciando o pico da doença, e em Varginha não tem sido diferente, muito embora com todas as medidas implementadas pela Prefeitura estejamos conseguido até o momento manter sob controle a disseminação da Covid. Temos sim casos positivos, até ontem 173, sendo deste total 06 mortes confirmadas, mas acreditamos que se todos fizerem a sua parte, voltaremos a normalidade com a graça de Deus”, comentou Vérdi.

Participaram da reunião, além do Prefeito Vérdi Melo, o secretário de Governo, Habitação e Desenvolvimento Social, Carlos Honório Ottoni Júnior, o Procurador Geral do Município, Evandro Santos, e representantes da Guarda Municipal, Vigilância Sanitária e do setor de fiscalização de Posturas.

Compartilhar no Facebook

Novo governador do Distrito Múltiplo do Lions é varginhense : 01/07/2020 17:32

O Lions Clube de Varginha Princesa do Sul anunciou que o novo Governador do Distrito Múltiplo LC-12, é um integrante de suas fileiras. Trata-se do CLMJ Luiz Antonio da Silva, associado fundador do clube que faz parte da história de Varginha por mais de 30 anos.

Casado com Marcilia Leite da Silva, Luiz Antonio é pai de três filhos e avô de três netos. Atualmente é aposentado e sitiante e durante muitos anos atuou como empresário de sucesso no ramo de materiais de construção.

Ele será o sétimo Governador, associado oriundo dos Lions Clubs de Varginha, sendo 2 do Lions Centro e 5 do Princesa do Sul. A duração de sua gestão será de um ano (2 de julho/2020 a 30 de junho/2021) e vai atuar em projetos de Prevenção ao Diabetes, Preservação da Visão, Combate à Fome, Preservação do Meio Ambiente e apoio às famílias e Crianças com Câncer.

Este cargo de governador se reveste de responsabilidade, representando o Lions Clube Internacional, a maior Associação de clubes de serviços do mundo, com 1,4 milhão de associados, presente em 210 países.

“O Lions é composto por pessoas abnegadas que se importam e se unem, arregaçando as mangas para atuarem visando a melhoria da qualidade de vida de uma comunidade. Por outro lado, ser Leão é liderar, dando o exemplo, construindo relacionamentos visando melhorar o mundo por meio da bondade. Por isso, os mais de 1 milhão de homens e mulheres servem juntos para que possam provocar um impacto positivo no mundo e mudar vidas”, afirma.

No âmbito regional, o governador que recebeu treinamento intensivo em Chicago, nos EUA, sede do Lions Club Internacional, irá liderar 68 clubes do Sul de Minas, Vale do Aço e Zona da Mata Mineira.

Compartilhar no Facebook
1 2 3 4 5 6 7 8